quinta-feira, 29 de agosto de 2013

Na minha cozinha com... Maria


Bom dia, bom dia gente mais linda do mundo e arredores!!

Ai que saudades que saudades de voltar á minha rubrica, na minha cozinha com... 

Hoje trago uma pessoa muito especial que tive a honra de conhecer ha uns meses mas que ja faz parte incondicional da minha vida, quando ela nao esta as saudades apertam e quando nos reunimos os sorrisos e as gargalhadas sao uma constante.

Comigo hoje tenho a minha linda e querida Maria um doce de pessoa uma rainha que tem um blog fabuloso criado com todo o carinho e amor, se nao conhecem façam favor de ir conhecer e posso garantir que vem de la com um grande sorriso nos labios!

Margarida - Bom dia Maria, minha querida é um enorme prazer poder receber-te na minha cozinha e poder trocar 2 dedos de conversa contigo!

Maria - Obrigado Margarida

Margarida - Pronta para a entrevista?

Maria - Claro que sim Margarida!

Margarida - Confortavel?

Maria - Claro que sim... mas porque perguntas?

Margarida - Bem Maria porque é a primeira vez que eu faço uma entrevista em direto da minha quinta, e enfim, é a primeira vez que a pessoa que eu entrevisto quis ficar ao ar livre sentada aqui em cima dos faros de palha, por isso a minha preocupaçao.

Maria - eu estou bem... a respirar este ar puro junto ao rio... que queres melhor?

Margarida - Pois bem vamos entao começar!!! Quando e porquê decidiste criar o blog?

Maria Decidi criar o blog em 2011, numa altura em que a minha vida teve uma mudança radical e onde fiquei com muito mais tempo livre que anteriormente. Como os meus 2 filhos mais velhos foram viver para fora pediram-me, insistentemente, que lhes fizesse chegar as receitas das papitas que comiam em casa por forma a não sentirem tanto a quebra do cordão umbilical. E foi assim, em Setembro de 2011 que nasceu a Oficina das Papitas.

Margarida - Como escolheste o nome?

Maria -  O nome teria de ser condicente e ajustado ao pilar que deu origem ao blog. Como cá em casa, aliás como em todas as casas, há códigos de comunicação, papitas sempre foi o nome adoptado entre mim e os meus fifis para nos referirmos à comida. Daí, teria de referir tal termo. Como é para mostrar como confecciono as papitas, ficou a "Oficina das Papitas".

Margarida - Quando descobriste o gosto pela cozinha?

Maria -  Bem, ........ Aiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii socorro ...

Margarida - Maria que aconteceu?

Maria - Ai nao sei Margarida, senti... senti algo a picar-me o pe varias vezes... 

Margarida - Uma galinha Maria, era uma galinha querida, é que tens uns punhado de milho junto aos teus pes e ela foi bica-lo e la te bicou os dedos tb...

Maria- Que susto hem???

Margarida - Podemos continuar?

Maria - Sim Margarida, eu descobri o gosto pela cozinha quando me casei e tive, obrigatoriamente, de ficar "dona" da minha cozinha. Apesar de fazer alguns pratinhos engraçados em casa dos meus pais, a minha mãe sempre me mimou muito e tínhamos também empregada doméstica a tempo inteiro que cozinhava no dia a dia, apesar da minha mãe ser uma cozinheira muito aceitável. Assim, sózinha, tive algumas dificuldades nos primeiros tempos e o meu marido ainda hoje fala da forma como eu apresentava um bife, ou seja, vinha directamente do talho para a frigideira ( ficou traumatizado, coitado). Mas esforcei-me, comprei resmas de revistas do Chefe Silva e foi com este grande senhor que aprendi a cozinhar. Ainda hoje me socorro imensas vezes dos seus ensinamentos.

Margarida - O que mais gostas de cozinhar?

Maria - Comida de forno. Nada se equipara a um bom assado. Aprendi há pouco tempo a gostar de cozinhar comida saudável :).



Doce ou salgados?
Salgados

Tachos e panelas ou robot de cozinha?
Ambos. Complementam-se.


De manha ou á tarde?
Manhã, claro. Amo de verdade o nascer, mesmo que seja o nascer de novo.

Praia ou montanha?
Ambas. Lamento não ser radical mas tanto gosto do cheiro da maresia do mar como do cheiro das giestas da montanha. Refiro porém, que sempre vivi perto do mar e não me veria a viver de outra forma.

Cao ou gato?
O cão, dizem, é o melhor amigo do homem. Mas adoro gatinhos também. Por isso, ambos. Aliás, sou madrinha de um gatinho, sabias?

Verao ou inverno?
Ah, aqui vou ser mesmo radical : Verão, Verão e mais Verão.

Calças ou saia?
 Saia.

Desportiva ou sensual?
Sensual, sempre ;)

Aventura ou romance?
Romance. Detesto aventuras. Tenho medo do desconhecido.

Comedia ou drama?
 Ambos. Conforme a disposição.

Fast food ou confort food?
 Confort food, claro. Apesar de de vez em quando me saber pela vida um Mac Donald's ou uma pizza :)

Maria, a partir deste momento a minha cozinha é a tua cozinha e podes apresentar a tua receita!

Beringela Recheada:

Para 4 pessoas:
O que preparar:
 2 beringelas grandes, firmes e brilhantes;
 2 latas de atum em água;
 1 cebola;
1 colher de sopa de manteiga;
 2 ovos;
100g de queijo feta;
2 tomates pequenos, maduros e firmes;
1 colher de sobremesa de sementes de cominhos;
 Sal e pimenta a gosto.

Como preparar:
Cortar as beringelas ao meio e levá-las ao forno, com a parte cortada para cima, retirando-as quando o interior estiver cozido. Retirar a polpa com uma colher de sopa, partir em cubos e reservar ( ter algum cuidado para não rasgar a casca pois esta vai servir de base para o recheio). Levar a cebola picada juntamente com a manteiga ao lume, deixando estalar. Juntar os tomates partidos em cubos pequenos. Juntar o atum e mexer bem. Juntar o queijo feta partido em cubos pequeninos. Juntar a polpa das beringelas, as sementes de cominhos e, finalmente, os ovos levemente batidos. Deixar ao lume cerca de 2 minutos até o preparado estar consistente mas não seco.
Rechear as cascas das beringelas com este preparado e polvilhar com queijo mozarella ralado. Levar ao forno cerca de 10 minutos e servir metade de uma beringela a cada pessoa acompanhada de uma boa salada verde.
Mãos à obra.

E aqui tenho que vos contar um á parte, enquanto a nossa querida Maria estava a fazer a sua beringela recheada, pois nao é que as cabrinhas seguiram o maravilhoso cheirinho da comida e foram cercar a nossa Maria que num ato de muita coragem agarrou numas cenouras e numas maças e deu a cada uma das meninas que dela se aproximavam e todas contentes a cabritas ficaram sentadinhas enquanto a Maria ultimava a beringela, entre muitos meeeeessss de alegria la iam roendo umas maçazitas e umas cenouras!!!

Um desejo...
Que todos os meus filhos sejam bem sucedidos na vida, quer profissionalmente quer emocionalmente.

Sinto saudades de...
Dos meus pais. Muitas...
Nao ficaria sem...
 O amor que tenho pelos meus filhos. Incondicional e ilimitado.
 

Nunca consegui fazer....
4. Ficar rica, ahaha!

O mar é...
O mar é uma longa extensão de água salgada conectada com um oceano, loool, estou a brincar. O mar é, para mim, o maior calmante que existe. É um bálsamo para os meus sentidos.

Um dia perfeito começa...
Com o sol a brilhar e com um bom café.

Felicidade...
Ver os meus filhos felizes.

Amor...
O que sinto pelos meus filhos.

Deus...
 É quem me vale sempre nos momentos de aflição. Sou crente, incondicionalmente.

FAmilia....
A razão da minha existência.

Solidao...
Muito triste; aterradora, para mim.

Tenho medo de...
Não viver até ver os meus filhos todos com a sua vida organizada.

A maior virtude de uma pessoa é....

Tolerância
O pior sentimento....

 Cinismo

JAmais voltaria ...
Não digo, pois o arrependimento faz doer.

O dinheiro nao compra...
Juventude. Que "chatice", lol.

Sem amor a vida seria...
 A preto e branco.

Uma cor...
Amarelo

Um filme...
"Gone with the Wind".

Uma musica...
Cant't take my eyes off you" - adoro!!! ouço-a vezes sem conta ;)

Uma personalidade...
Winston Churchill

Um sonho...
Viver perto dos meus filhos todos. Tê-los a almoçar em minha casa todos os Domingos.

Alguem que admiro...
O meu marido. Muito!

Deus jamais....
 Como a minha mãe dizia " não fecha uma porta sem abrir uma janela".

Algo que aprendi foi...
A  aceitar os outros tal como eles são. Sem censuras, sem críticas, sem estender o indicador.

Uma frase...
" Se a vida te dá limões, faz uma limonada" apesar de ser um clichê, aplico-a muitas vezes.

Qual a maior conquista da tua vida?
 Ter criado uma família e ter conseguido mantê-la sempre unida. Mesmo que não falemos diariamente, mesmo que passemos meses sem nos ver, cada um de nós sabe que nos momentos em que é preciso, estão todos lá para o melhor e para o pior.

Qual o Portugal dos teus sonhos?
Desculpa a redundância mas o Portugal dos meus sonhos é aquele Portugal que não arranque dos braços dos pais os seus jovens filhos que vão trabalhar para outros países que os acolhem de braços abertos. Portugal dos meus sonhos é o país em que nos sintamos seguros, protegidos por um governo de homens bons, de pessoas de bem.

Maria por Maria
Simplesmente Maria... Uma mãe que ama muito as suas crias e que só para as ter tido acha que valeu a pena viver.

O que dizem os teus olhos?
 Não sei, Margarida. O meu pai dizia que eram os olhos mais expressivos que tinha conhecido. O meu marido diz que são olhos tristes. Terás de ser tu a ver para fazeres o teu julgamento. Acho que os meus olhos dizem o que me vai na alma, em cada instante. Por mais que queira ( e por vezes bem o quero), não consigo esconder. 

Maria, so tenho a dizer-te que jamais me desiludiste com as tuas respostas.. e é para mim um prazer enorme ter a tua amizade e um orgulho muito grande ter-te na minha cozinha!!

Se nao conhecem o blog da Maria corram lá... vao conhecer uma pessoa espetacular e um blog maravilhoso!!


Beijocas

Margarida

11 comentários:

Doces em Casa disse...

Maria: uma senhora, a pura elegância, o charme em pessoa, o amor incondicional à família, uma mãe para lá de dedicada, uma mulher admirável, com quem tenho orgulho de "conviver" e que anseio por conhecer!
Parabéns pela entrevista, Margarida!
Beijinho às duas,
Aida

Maria disse...

Tenho o privilégio de ter sido incluída no teu grupo de amizades. Sei dar valor a isso e espero estar sempre à altura da honra que me concedeste. Obrigada por seres minha amiga <3. Nunca o esquecerei.
Maria

Susana Machado disse...

Óptima entrevista :)
Bijinhos
http://sudelicia.blogspot.pt/

Prata da casa disse...

Querida Margarida: também tive o privilégio de conhecer a Maria há relativamente pouco tempo e por isso, esta entrevista foi o complemento para a ficar a conhecer um pouco mais.Identifico-me com muitas das suas respostas e sique a Maria é uma pessoa sincera, com grande sentido de humor, muito amiga dos filhos e uma grande cozinheira,pois as suas receitas são sempre excelentes.
Bjn às duas
Márcia

Rosinha Benvenga e Teresinha Putrini Bortolotto disse...

oi Margarida boa noite,adorei a entrevista e a entrevistada,hummmm para a receita,bjs Rosinha

Mª João - Ponto de Rebuçado Receitas disse...

Rio-me sempre muito com estas tuas entrevistas, Margarida! E gostei de conhecer melhor a Maria.
Beijinhos

Sadhia Hage disse...

amei e gamei amiga bjus doces

Lena Santos disse...

A doce Maria :-)
Adorei a entrevista e espero vir a conhece-la pessoalmente um dia destes já que vivemos perto uma da outra

Beijokas

Patricia Galis disse...

Excelente entrevista tbm gosto de fazer assados, parabéns por tudo.

Mena Lopes disse...

Ainda bem que voltas à tua rúbrica!! Lembro me que qd conheci o teu blog a primeira vez, foi com ela! E que regresso tao triunfante trazendo a nossa/minha Maria.
Sim porque é conhecida por toda a blogosfera e sei o que carinho que muita gente lhe tem!!
E que bem a trataste, hein?? como ela merece!
Adorei este bocadinho da Maria, e acaba por confirmar tudo aquilo que penso e idealizo dela!! Pena estar tao longe de mim!
A receitinha essa, como sempre sao as dela, uma maravilha!!!
Um beijinho grande para as duas!!
Mena

PS - Ja tinha lido a entrevista, que conste, mas ainda nao tinha comentado! Os ares da Siberia nao andam muito finos!! :)

Kati Monteiro disse...

Margarida, querida!
Gostei tanto de conhecer melhor a Maria. O carinho que eu tinha por ela aumentou depois de ver esta entrevista.
Beijos, bom inicio de ano escolar e tenha uma ótima semana.