quarta-feira, 10 de abril de 2013

Um rolo de restos

Bom dia, bom dia gente mais linda do mundo e arredores!!!

 Pela primeira vez na minha vida consegui acordar em dia NAO e estou com um humor de CAO... a serio... tem muitas coisas que me chocam tem muitas coisas que eu tento compreender o pq de acontecerem e se tudo tem um  motivo pra tal acontecer... coisas que me deixam a pensar se é fraqueza ou coragem para as realizarem... Ok... eu explico... Se vcs me perguntarem o que se passa aqui na minha terra, e somos pouco mais de 1000 habitantes (se é que ainda chega a tantos) eu nao sei de nada, eu nao conheço metade das pessoas que aqui vivem, porque saio de casa para o trabalho, e do trabalho venho direitinha a casa, a minha vida social, quando tenho tempo para ela, é com pessoas que nao vivem em Coja e geralmente vou ter a terra delas, ou elas vem cá mas ficamos em amena cavaqueira aqui por casa... Ontem quando estava quase a sair do trabalho tinha ouvido os sinos da Igreja tocarem para um funeral... nesta altura do ano é natural pois o ciclo de vida termina mais com o nascer e o cair da folha, nao liguei muito nao perguntei quem tinha falecido, nada disso... Quando vinha a sair da escola dos meus filhos é que me apercebi de uma conversa e perguntei quem tinha morrido... e toda a gente ficou a olhar para mim como se eu fosse um bicho estranho e perguntaram-me entao tu nao sabes??? Eu nao... Nao sabes mesmo?? Entao o rapaz foi colega do teu pai... Como??? A serio que nao sabes??? NAo!!!
Foi entao quando me contaram que um rapaz, bem mais jovem que eu, nao sei mesmo se ele ja teria os 30 anos, se calhar sim, foi encontrado enforcado no HUC (hospitais de Coimbra) onde estava internado em psiquiatria, enforcou-se com o cinto do roupao... Onde estavam as enfermeiras??? Onde estavam as auxiliares?? Sofria de problemas psiquiatricos?? E entao? tem de ser mais vigiados... digo eu que nao sei... Agora penso... será um ato de coragem, um ato de cobardia ou um desespero total da vida? Serao momentos que passam na nossa vida? Ideias que nos perseguem?
A vida ja por si é uma passagem, pq termina-la mais cedo? Temos momentos de desespero, temos momentos de angustia, temos momentos em que tudo nos parece correr mal... mas viver é um dom tao belo... e quando chegar ao fim, deve ser maravilhoso olhar para tras e ver a caminhada que se fez... ver coisas que poderiamos ter feito de forma diferente, ver os momentos felizes, os menos felizes, mas é isso mesmo que faz a nossa historia, afinal se pensarmos bem, mal nascemos começamos a morrer... Ha  tantas questoes que me passam os limites da compreensao e que eu gostava de ter resposta para elas... MAs Enfim... Esteja onde estiver, pelo menos espero que descanse em Paz!

Bom aqui ha dias tinha no frigorifico um resto de arroz de nabilas que tinha feito e nao sabia muito bem como o havia de fazer.. Olhei para o lado e vi uma placa de massa folhada... e pensei pq nao?? Até deve ser bom!!! E olhem fiz um rolo de restos que os meus filhos comeram com muito gosto e o maridote tb!!

Coisa mais simples de fazer... vamos lá todas para a cozinha que enquanto umas entendem a massa outras preparam o arroz para espalhar.

*restos de arroz ou outros restos que tenham por casa
*1 placa de massa folhada de compra
*1 gema para pincelar

Abre-se o pacote da massa folhada e espalha-se os restos por cima, enrola-se como uma torta (rocambole) e pincelamos com gema de ovo. Leva-se ao forno bem quente até a massa estar douradinha!

Serve-se acompanhada de uma bela salada!

Mais simples?? Só se formos jantar fora ou alguem nos faça o comer... como amanha eu vou ter esse prazer ehehehehe pois é mais um dia da rubrica "Na Minha Cozinha Com... quem será??? Surpresa!!!

Pronto... deixo o meu desabafo e a minha sugestao de hoje!!!

Beijocas

Margarida

28 comentários:

Filomena Conceição disse...

E assim nasceu uma refeição, com o que havia em casa, o que dá muito jeito.

Beijinhos!

Cuca disse...

Margarida, percebo a tua revolta porque é muito triste ver alguém tão novo partir... Mas o hospital não é uma prisão e é impossível controlar toda a gente :(

A tua refeição não podia mesmo ser mais simples!!

Beijinhos e ânimo minha querida*

Felismina disse...

Margarida, infelizmente são coisas que vão acontecendo com alguma frequência...se é um acto de coragem ou de cobardia, penso que são as duas...são horas de desespero, que descanse em paz!
Por aqui também temos vivido dias de muito angustia mas Deus é grande e tudo pode à que ter muito FÈ.

Beijocas

Paula Vieira disse...

Muito prático este bolo de restos.

Anima-te por favor, todos os dias acontecem situações idênticas, porquê?

Falta de algo... com toda a certeza.

Uma beijoca
Paula

Doyle disse...

Há sempre dias menos bons :(, temos de saber viver com isso o melhor que podemos.
Sabes, quando as pessoas decidem suicidar-se, é porque para eles, viver neste mundo era demasiado triste e difícil, só podemos esperar que onde quer que estejam, agora estejam leves e felizes. O teu rolinho de sobras, ficou com aspecto gostoso :)
Beijinhos e pensamentos mais alegres :)

Addicted disse...

Olha que comigo acontece o mesmo, na terra onde nasci e moram os meus pais não conheço ninguém! O problema é que toda a gente me conhece e metem conversa para cuscar...o que me deixa bastante irritada!
Esse teu rola para acabar com o que anda no frigorífico está uma maravilha :)
beijinhos e um bom dia :)

Marina disse...

Uma boa sugestão!
Bjs :)

Rosinha Benvenga e Teresinha Putrini Bortolotto disse...

oi Margarida,esse rolo ficou apetitoso bjs Rosinha

Lurdes Losquinhos disse...

Olá Márcia.
Sabemos de coisas que são absurdas, deveriam ser mais atentos às pessoas que têm problemas psicológicos.
Mas como dizes " Que descanse em Páz.
Esse rolo deve ter ficado delicioso.
Bjs

Sol Pâtisserie disse...

Bom dia minha querida, mas que história mais triste, também fico me perguntando o que leva uma pessoa a dar fim a sua própria vida?! essa é uma questão que ainda fica sem resposta, eu desejo que este rapaz descanse em paz.
Sabe que adoro estas receitas improvisadas, por aqui também não desperdiçamos nada, tudo se transforma, adorei a sugestão, ficou um rolo bem delicioso, bjs !!!

kika disse...

é daquelas sugestões que apetece arranjar restos de propósito para fazer!!! bjks

São Ribeiro disse...

Gostei desse rolo além de se aproveitar fica uma refeição deliciosa.
bjs

Sadhia Hage disse...

ai ai aminha miga o que te digo ??? ameiiiiii parabens queria agora um pedacinho ou melhor pedação menina como adoraria comer uma comidinha sua fico aqui do brasil babando...amei bjin hos ddoces

Lenita disse...

Momentos complicados, mentes desesperadas... torturas do intimo de cada um! Gritos silenciosos, que muitas vezes, que ninguém ouve.


Margarida, mas que bela maneira de apresentar sobras!
Bjs

Marisa Valadas disse...

Realmente nem sei o que te diga :(
Esse rolo foi uma optima ideia de aproveitamentos

Guloso e Saudável disse...

Bom dia Margarida,
Lamento o sucedido com o colega de seu pai, desejo que ele encontre a paz procurada...
Muito boa e prática essa sugestão de aproveitamento de sobras, se dúvida tem um ar apetitoso.
Beijo,
Vânia

Um toque de canela disse...

Oi, Margarida! Que boa sugestão e um final feliz para os restos do frigorifico!
Bjs

Joana disse...

O uso de restos é realmente óptimo e às vezes saem coisas surpreendentemente boas!
Está com óptimo aspecto este rolo.
Um grande beijinho

Isabel disse...

Infelizmente, o atentar contra a vida entre jovens é um fenómeno em crescimento em Portugal.O desespero desse jovem devia ser muito grande para cometer tal acto. É uma notícia muito triste e pertubadora. Paz á sua alma.
beijinhos Margarida.

ANDRÉA disse...

Oi Minha Amiga Querida
Fiquei muito emocionada com as suas palavras
Obrigada
Adoro as suas receitas

Um Super beijo no seu Coração
Andrea

Catarina Sá - A Cozinha da Kinhas disse...

Fiquei chocada ao ler o teu post de hoje... A vida dá imensas voltas e só Deus sabe o que lhe terá passado pela cabeça para cometer essa loucura. Que Deus o tenha em eterno descanso e os meus pêsames à família.
Quanto à tua sugestão, fizeste um óptimo aproveitamento :) eu não faria tão bem :)

beijinhos

Blog do Chocolate disse...

Querida Margarida,

Há de facto situações inusitadas que só poderemos lamentar, que fazer mais ? Há tanta coisa que está mal, mas não porque nos calarmos, devemos sempre reclamar ! :)

O teu rolo ficou um apetite, adorei a tua sugestão e aguardo pela entrrevista de amanhã !

Beijnhos grandes querida,

Isabel
www.blogdochocolate.com
http://brisa-maritima.blogspot.pt

Sileni Machado disse...

Olá minha querida, adorei fazer esta receita com vc, fácil, rápida e mt saborosa! Que coisa triste a morte deste rapaz! E aí fica a pergunta que não quer calar, como alguém consegue se enforcar num hospital sem que ninguém perceba? Isso é um absurdo!!! Nada justifica uma falta de atenção dessa, mas lembro-me qdo meu irmão ficou internado no setor psiquiátrico do hospital daqui da minha cidade, nos casos mais extremos era solicitado a família que encaminhasse um acompanhante para ficar com ele, pois o hospital não tinha funcionários o suficiente para tomar conta de tds os doentes e assim eu e minha família nos revezávamos no hospital, mas vou te confessar que era um lugar mt deprimente! Graças a Deus meu irmão se recuperou! Mas bem disse vc: "a vida por si só é uma passagem, pq terminá-la mais cedo!" Que Deus tenha piedade dessa alma!
Beijos minha amiga!
viveraprendendo.com

luci disse...

Que delícia de lanche Margarida
beijos

Mena Lopes disse...

Nem sempre posso vir quando quero, já sabes o corre corre que é a minha vida!! Mas ainda cheguei a tempo pra ver o motivo que iluminou o teu sorriso!! Pois aqui na minha Sibéria tb é mais ou menos assim.... Pequenino, onde toda a gente se conhece, ou se deveriam conhecer!! Nao te sintas assim minha querida!! Podes ficar mais indignada pelo facto de ter partido um ser humano! Q como tu disseste estava internado e houve aqui alguma coisa que falhou!! Nao busques motivos para entender... Dir-te-ia que pode ter sido uma cobardia, mas nao! So ele e Ele sabem os motivos!!!
Quanto ao teu aproveitamento, que mais queres que te diga? Está simplesmente maravilhosooooo!
Um beijinho
Mena.

Paulo Herculano disse...

Pois pena era tão jovem xiça...

Boa maneira de aproveitar restos :)

Beijos

Josy disse...

Querida Portuleirinha, tem dias que logo cedo já recebemos noticias não animadoras, é uma pena um jovem ainda acabar com tanto ainda pra se viver, mas precisava-se analisar o por que ele estava na psquiatria, será que era la mesmo que ele deveria estar? será que por um acesso de loucura, cometeu o suicidio? são tantas perguntas sem respostas e no final percebemos que em todos os lugares é a mesma coisa, falta de atenção com os pacientes, pois louco ou não, exigia os mesmo cuidados,lamentável minha amiga. Mas vamos a sua receitinha deliciosa, adoro esses aproveitamentos, e com a massinha folhada, além de linda ficou bem apetitosa. Amanha venho correndo ver quem vem em sua cozinha viu? Bjocas

Nina Paim disse...

Existem mentes atribuladas e sofridas.....Mas quero mesmo é comentar esta delícia, olha quero o meu pedaço! Beijinhos doces.