sexta-feira, 5 de abril de 2013

Courgettes redondas com mistura de cogumelos, soja e queijo


Bom dia, bom dia gente mais linda do mundo e arredores!!!

É sabido que eu ADORO o outono e o inverno, mas o que é demais parece mal... caracas, quero a nossa primavera, quero um dia de sol, um dia de calor... um dia em que possa abrir as hanelas todas da minha casa e deixar entrar o ar do sol, o cheirinho maravilhoso da rua... Preciso lavar a minha carpete da sala de jantar e os tapetes dos quartos e nada... sei... ha a lavagem a seco... mas eu gosto de andar com uma mangueira e uma escova a espalhar o detergente, gosto de andar descalça e sentir a agua debaixo dos pés... enfim... parvoíces de quem mora atras do sol posto ehehehehehhe!!!

Ainda nao vos tinha mostrado que aqui na minha terrinha neste fim de semana em que meio Portugal afundou (eu diria que ja estamos no fundo ha muito tempo, mas nao vale a pena ser hipocrita) tb houve cheias... a foto acima é da ribeira da mata , que passa a meio dos terrenos de cultivo e junto ao parque de estacionamento, confesso que quando tirei as fotos o pior ja tinha passado, pois a agua entrou mesmo nos campos de cultivo e no parque, aqui nesta zona existe uma queda de agua que ainda estava submersa nesta altura!!!...  Ha 7 meses deste mesmo sitio tirei fotos do contrario pois estava tudo em chamas... com o grande incendio a 6 de Setembro.


Aqui é o rio que banha a minha terra, o Alva, nasce na serra da estrela e é irmao do mondego e do zezere, aqui onde tirei a foto é onde a ribeira se encontra com o rio! Se repararem o risco mais escuro que existe na casa de pedra que esta junto ao rio marca o ponto onde a agua chegou!!

Conta-se que um dia houve uma grande disputa entre os irmaos (mondego, alva e zezere) pois todos queriam para si a proeza de ser o mais rapido... um dia nas entranhas da serra da estrela desafiaram-se a uma corrida, e o primeiro a chegar ao mar seria o vencedor...

O Mondego, o mais astuto de todos, levantou-se de madrugada e saiu de fininho para nao acordar os irmaos, desceu as encostas da serra, passou pela Guarda, e foi desbravando caminho até ao mar... O Zezere, ouvindo o seu irmao sair foi-lhe no leito, mas ao chegar a manteigas desnorteou-se, mudou de rumo e foi desmaiar nos braços do Tejo que o acolheu em seu leito em direçao ao mar!

O Alva... o eterno sonhador, de noite ficou a abservar as estrelas e quando acordou ja o sol ia alto, e ja nao via os rastos de seus irmaos, sendo o mais jovem fez desmoronar rochas, desbravou pinhais, inundou terrenos outrora cultivados e sempre confiante no seu sentido de orientaçao rumou para o mar... Quando se achava vencedor, eis que se depara com o seu rmao Mondego ja a chegar á Foz na Figueira, ainda num ato de raiva e numa ultima tentativa lançou-se sobre o seu irmao, querendo absorve-lo, mas o Mondego, revigorado pelas suas primas ribeiras que ao longo do caminho lhe encheram o caudal, num enorme sorriso engoliu o Alva nas suas agua... Ainda hoje no local onde o Alva e o MOndego se encontram se chama a Raiva (existe mesmo uma povoaçao com este nome) devido a esta lenda...

Desculpem este á parte, mas se ha algo que me fascina sao as lendas, qualquer tipo de lenda que envolva a historia de uma terra, de rios de reis!!! Fazem parte da cultura do pais e fascinam-me simplesmente!!!



 Aqui ha dias numa das minhas idas ao supermercado encontrei estas courgettes engraçadissimas, tao redendinhas tao lindinhas, que tive que trazer 3 para experimentar, mas mereciam que eu as fizesse sem estragar a sua casca redondinha e tao lindinha!! Andei dias a pensar... o que vou fazer com elas e como as vou fazer... 

 Lembrei-me de um queijo muçarella fresco que tb tinha comprado e num resto de soja que tinha no armario e tb para finalizar uma mistura de cogumelos que morava no meu frigorifico... pois que deitei as maos á obra!!! 

Vamos lá para a minha cozinha, que estas meninas cozinhadas com a vossa ajuda sabem bem melhor!!!

*3 courgettes redondas
*1 embalagem de mistura de cogumelos
*1 cebola
*2 dentes de alho
*1 fio de azeite
*1 queijo mussarella fresco
*1 folha de louro
*100 gr de soja grossa
*1 ramo de cheiro verde a gosto
*1 knorr legumes
*1 copo de vinho branco (os meus copos sao pequenos)

Começei por demolhar a soja cerca de 30 minutos em agua bem quente.

Abri uma tampinha na courgette, e com  muito cuidado com uma colher retirei a polpa dentro desta sem estragar as paredes da abobrinha.

Coloquei-a num tabuleiro e levei ao forno cerca de meia hora, mais ou menos ate verem que ao toque ja está mole.

Num tacho coloquei a cebola picada, os alhos laminados, a folha de louro  e reguei com o azeite. Deixei refogar cerca de 10 minutos. Juntei a polpa da courgette, os cogumelos, o mussarella em quadrados (guarda-se uma rodela para colocar em cima da abobrinha) e a soja e deixei tomar gosto no refogado mais ou menos por 5-10 minutos. Refresquei com o vinho e adicionei o cheiro verde picadinho e o knorr legumes. Deixei cozinhar em lume brando mais ou menos meia hora com o tacho tapado.

Findo o tempo retirei a abobrinha do forno e recheie com este preparado, tapei com a rodela de mussarella reservada polvilhei com sal fino e pimenta e levei ao forno até que o queijo derrete-se!!!

Aqui deixo a minha sugestao, é vegetariana, e aqui por casa foi provada e aprovada... ver se encontro mais destas meninas que ficam o maximo!!!

Espero que gostem!!!

Finalmente sexta feira... ufaaaaaaaa final de semana á vista!!!

Beijocas

Margarida

27 comentários:

Cuca disse...

Margarida, desculpa lá, mas o Mondego é o Mondego :) Mas o Alva também é bonito!
Gosto muito das tuas courgettes recheadas, ficaram com óptimo aspecto!

Beijinhos*

Lurdes Losquinhos disse...

Olá margarida
Eu também gosto de lavar os tapetes à mão e abrir as janelas para o sol entrar. Infelizmente o Tempo está horrível sempre a chover.
Os courgettes devem ter ficado muito bons.
Bjs

Addicted disse...

Essas courgettes ficam tão bonitas nos pratos...dá logo vontade de comer!
beijinhos e um bom fim de semana :)

Guloso e Saudável disse...

Bom dia Margarida,
Aí chove em demasia e aqui não chove e faz muito calor...
Tem razão essas courgettes são lindas, com esses ingredientes foram uma deliciosa refeição.
Beijo, bom final de semana,
Vânia

Salsa Verde disse...

Querida margarida,
Estou deleitada com esta lenda que nos contas. Que coisa mais linda!! Eu sou como tu. Também adoro lendas e esta é lindíssima!!
Quanto às courgettes, foram umas sortudas em serem cozinhadas pelas tuas mãos, pois fizeste delas rainhas da festa e com ingredientes fantásticos a adorná-las!
Beijinhos,
Lia

Doyle disse...

Uuuuuh, com isto, ganhaste toda a minha atenção, que bom aspecto. Vou é experimentar com seitan, porque não gosto de soja, mas estão com um ar muito apetitoso :)
Beijinhos

Blog do Chocolate disse...

Amiga,

Tem sido um pandemónio em muitos locais do País e estou como tu: já chega !
E olha que também gosto de chuva e acho que ela faz imensa falta ! Mas bolas, quero o Solinho e a Primavera, estação que tanto gosto ! :)

Essas courgetes são lindas, nunca vi assim redondinhas por aqui, ou têm-me passado despercebidas ! :)

Ficaram super apetitosas, amiga, uma bela refeição cheia de ingredientes que adoro !

Beijocas, bom fim de semana,

Isabel

Paula Vieira disse...

Olha ficou tão gira a tua courgete, parece um ovo, com uma surpresa dentro.

Beijocas, aproveita o fim de semana, parece que vais puder "mangueirar" à vontade os teus tapetes, sol está prometido, mas o frio também, é melhor andares calçada.......

Doces em Casa disse...

Eu também adoro o Inverno Margarida, mas não adoro a chuva que é o que mais se tem visto por aqui ultimamente.
Para todos os efeitos já chega disto, também estou farta. Mas entretanto há-de vir o calor e havemos de estar fartas da seca :), digo eu!

Adoro legumes recheados como o que nos trazes, são uma verdadeira delícia e servem perfeitamente de refeição!

Beijinhos,

Aida

Marisa Valadas disse...

São tão giras estas courgettes!

Susana Machado disse...

Gostei muito!
Beijinhos
http://sudelicia.blogspot.pt

Sol Pâtisserie disse...

Pois é amiga, também estou a procura do sol da primavera que por aqui também ainda não chegou, não temos a chuva, mas temos o frio e o pior uma previsão de neve para os próximos dias é mole rsrs.
Essas courgettes estão com um aspecto delicioso e com mussarela ainda é uma perdição.
beijos amada

Romy Almeida disse...

Querida Margarida, adoro as tuas histórias :)
Estamos sempre a aprender e eu contigo aprendo imenso :D
Quanto à receita que apresentas... adorei o formato dessas courgetes, lindas mesmo :D
Adorei a receita é claro lol

Bjokas e bom fim de semana

Um toque de canela disse...

Olá, Margarida!
De facto estas courgettes são engraçadíssimas, deste-lhes bom uso, parecem ter ficado deliciosas!
Beijinhos e bom fim de semana!

Catarina Sá - A Cozinha da Kinhas disse...

Ola minha querida adorei a lenda que nos trouxeste. Tal como tu tambem adoro este tipo de contos. Curgettes redondas??? Nunca vi disso! Sabem igual as outras? O aspecto é lindo e sendo redondas ainda ficam mais bonitas e com mais utilidade que as normais.

Beijinhos

Sadhia Hage disse...

uau amiga mas qu dleicinha especial esta comidinha amei mesmo e sua cidade mesmo em chuvas ou fogo é linda ..amei
e amo ver seus meninos viu linda
são lindos eles mesmo vendium um tiquinho
bjinhos linda aqui chove muito desde ontem
bjão

Violeta Pasat disse...

Margarida,vi hojé no Lidl essas courgettes redondas e apetitosas e pensei logo na courgette recheada.Esta receita calhou mesmo bem!Vou ter de experimentar.Esse prato além de ser delicioso é saudável.Bjs e bom fim-de-semana,Violeta

Leonor Cerveira disse...

Olá...
Que aspecto super magnifico ;)..... Adorei a tua sugestão e apresentação como sempre de 5 ***** :D..... Beijocas...

http://nacozinhadaleonor.blogspot.pt/

marie france disse...

Gostei das courgettes, deve ser delioioso. Beijinhos

Sileni Machado disse...

Olá minha querida amiga, essas abobrinhas redondinhas são msm mt lindinhas! E a combinação de td isso só podia dar num prato delicioso como este! Adorei conhecer a lenda dos rios Alva, Mondego e Zezere, não sabia! Vivendo e Aprendendo, rs.
Eu não gosto de frio não, amiga! Ainda bem que aqui faz mais calor do que frio senão eu estava perdida! rs
Bjão amiga e um ótimo fds! :))
viveraprendendo.com

Rosinha Benvenga e Teresinha Putrini Bortolotto disse...

oi Margarida,que delicia essas abobrinhas muito delicado seu formato bjs Rosinha

Comida de conforto disse...

Que lindas que ficaram essas courgettes! E devem ter ficado muito boas.
Beijinhos, Margarida.

Mª João - Ponto de Rebuçado Receitas disse...

Adorei as courgettes redondas! Ficaram lindas.
Bjos

Bel disse...

Adorei, Margarida, as tuas belas fotos, a história e a lenda que nos contou. Quanto ao clima, logo este tempo nublado passa e, se adivinho bem, você nos brindará com lindas fotos da primavera! Enquanto isso, estas courgettes recheadas ficaram lindas e já vou levando um tanto, pois aqui fazem muito sucesso as abobrinhas ( é como chamamos courgettes).

Bjos, e bom fim de semana!

Andréa disse...

Margarida,
por aqui tbm chove muito.
Gostei das fotos uma bela paisagem!
Sua receita ficou chique demais, amei!

Beijos

Cozinha de Mulher disse...

Oi minha linda...um beijo mais que carinhoso e uma noite linda.. linda viu?
Que sua semaninha seja repleta de boas notícias....
Cheia de sorrisos.. de mimos dos filhotes.. de ronrons dos patudinhos..
Enfim, que você seja muito.. muito feliz....
Sempre!!

Josy disse...

Cá estou Portuleirinha a ver o que perdi. Primeiramente, sou como tu, adoro lendas, e minha imaginação voa longe quando escuto lendas. Essa é bem interessante a lenda dos rios e a batalha, mais uma que aprendo. E como voce, também adoro lavar meus tapetes, descalça, esfregar muito com a vassoura e deixá-lo bem ensaboado, para depois deixar correr a água e senti-la nos pés e o solinho a brilhar, é uma delicia né miga? E essas abobrinhas que belezinhas, nunca as vi redondinhas assim, e esse recheio foi mesmo uma surpresa, delicioso que casou bem com as abobrinhas. Ficaram lindas portuleira, gostei muito. Beijinhos que vou continuar por aqui