terça-feira, 15 de maio de 2012

BCAP - Esperança






E se um dia...
na vida de ilusao
do teu rosto uma lagrima
solitaria
cair
abre teu coraçao
deixa-a seu rumo 
seguir
partir
sair
libertar
essa agonia que te está a matar
deixa essa porta fechar
abre a janela da
vida

Perdida
ida
mas que por ti está a 
zelar
olha as estrelas
lá no ceu a brilhar
imagina seu rosto
em cada entardecer
nas ondas do mar
na batalha que vais começar a travar
a vida é uma luta
nao te deixes vencer...
Limpa a lagrima
que teima em 
cair
abre a janela
começa o dia a sorrir
esqueçe a solidao
abre para a vida teu coraçao


Pensa nas pegadas
que na tua vida
queres deixar
serao de dor
Ou de alegria
nao queiras uma vida
vazia
traz o amor
lança fora a agonia
Pensa nessa criança
como uma esperança
move as montanhas que tiveres de mover
para nada te deixes morrer
em frente anda
avança
lança ...
o grito que te vai libertar
desse vazio 
que deixaste alimentar
vamos acordar...


E se pensas desistir
pensa que ha sempre uma
soluçao
vai buscar a força a sorrir
mesmo que queiras chorar
nao te voltes a ferir
expande o teu coraçao
sao anos e anos de
solidao
de medos
enredos
que nao sabes vencer
mas a vida traz surpresas
que nos fazem pensar
e hoje 
ha um novo brilho no teu
olhar

A terra que pensavas
infertil estar
a semente começa a 
despertar
lentamente
hummmmmmm
nao queres acreditar
se é sonho 
nao queres acordar..
e a longa viagem
que um dia tentaste 
percorrer
de novo vai começar
e o fantasma do passado
tenta acordar...
mês apos mês
cresce a semente
e de cada vez que a ves
e ouves seu coraçao bater
de esperança te voltas
a encher
e nos braços da "cegonha"
a nova vida vai chegar

O tempo chegou ao fim
chegou o grande dia
alegria
emoçao
bate forte o coraçao
o esforço é grande
mas nao é novidade
força, respira
respira, força faz
e tudo termina
Silencio
....
Paz
...
A menina
...
voltas ao passado
ao silencio que te envolveu
aiiiiii como doeu
como doi...
a espera que te corroi
percorre teu corpo
novamente no vazio
....
Mas
....
Eis que no ar 
um grito se faz ecoar
como um hino
á vida
antes perdida
te dizem
"é um menino"
....
Afinal na vida
tudo tem um sentido
mesmo que seja invertido
mesmo que antes tenha que 
sofrer
sofrer a valer
seu rostinho 
olhar
"quem és tu?"
que este forte amor me fazes
sentir
o passado
por ti deixou
de existir
Agora é so rir
sorrir
ao mundo gritar
Sou Mae
Este amor vi nascer
e a vida decidiu
que se um dia me traiu
hoje merecia receber
uma prenda a dobrar
e 3 meses depois
nova vida fui gerar
tive medo???
tive..
nao é segredo
o fantasma ido
de novo tentava ser
revivido
Mas...
na vida nada é em vao
e 9 meses depois 
em vez de 1 bebe
tinha dois
ironias da vida
alegrias do meu coraçao

Nunca se deve 
desistir
e da vida tudo devemos
aceitar
Porque enquanto houver
esperança
o mundo gira e avança
como a bola
colorida
nas maos de uma
criança

A minha pequena (grande em tamanho) contribuiçao para a BCAP-ESPERANÇA, um dia perdi-a, mas quando acordei para a vida alcancei-a e a vida deu-me em dobro, o que eu tinha perdido, nunca esqueço... mas realizei-me...
As horas foram dias
os dias meses
os meses anos
e hoje eles sao uns homenzinhos que enchem os meus dias de alegria e a minha cabeça de cabelos brancos...

E ja que o tema é esperança fui ao meu antigo blog buscar esta receita quando eu passei por uma fase tb menos boa da minha vida em fevereiro de 2011, e enquanto estava internada uma amiga minha fazia as receitas que eu lhe pedia.. 

Quiche de Presunto




Bora lá fazer a quiche??? nao esqueçam o avental!!!

MASSA:

250 gr de farinha

0,5 dl de azeite + 1 colher de sopa para untar

1 ovo

Agua e sal q.b.

RECHEIO:

1 colher de sopa de manteiga

1/2 alho frances

100 gr de presunto

2 dl de natas frias

3 ovos

Sal, pimenta e noz-moscada a gosto


Bora lá meter a mao na massa:

Para a massa, envolva a farinha com o azeite, junte o ovo e uma pitada de sal.

Amasse juntando agua aos poucos ate obter uma massa maleavel e bem ligada.

Tenda a massa e forre com ela uma tarteira umntada com azeite.

À parte, refogue na manteiga o alho frances e o presunto fatiados e deite dentro da tarteira.

Aqueça o forno a 190º.

Envolva dentro de uma tigela as natas e os ovos e tempere com sal pimenta e noz-moscada.

Deite o preparado dentro da tarteira e leve ao forno por cerca de 30 minutos.


Queridas esta receita vem na tv&culinaria de 18 de Fevereiro, e mais uma vez a minha amiga Odilia, fez o favor de ma executar para eu postar aqui.

Espero que gostem da sugestao!!

Beijocas

Margarida



23 comentários:

Belocas disse...

Gostei muito do texto. E, como viver pode fazer sofrer e trazer tanta felicidade....
Quanto à quiche deve ter ficado uma delícia....hummmm!!
Bjs

Ratolinha disse...

Mais palavras para quê Margarida?
Beijinhos

RUTE disse...

Querida Margarida,
que grande conquistadora!! Uma mulher de armas, uma Joana D´Arc que reconquistou a esperança de voltar a ter filhos. É esse mesmo o espirito, ter fé na terra infertil, deitar a semente e rezar para que germine e cresça. A sementinha do amor faz milagres a toda a hora.
Que lindo relato de esperança em gerar vida!!
Bem haja Margarida.
Beijinhos.
Rute

M. disse...

Que meninos tão lindos!!!!!!
E essa quiche, fabulosa, toda douradinha!!!
Beijinhos e um camião de felicidade!
Madalena

Sandra Portugal disse...

Que delícia de virada na força da fé!
Juntas na esperança!
bjs Sandra
http://projetandopessoas.blogspot.com//

Nelinha disse...

Que belo texto Margarida.

Ai os nossos filhos!!! São a a nossa alegria, a nossa dor, a nossa perdição... enfim: são a nossa vida!!

Beijinhos

Cris disse...

:) A vida é mesmo assim ... Perde-se, ganha-se .. Mas penso sempre que "quando Deus fecha uma porta, algures abre uma janela " :)

... O que eu dava para ter esse pratinho agora à minha frente !!!

Beijinho!

Paula Vieira disse...

Adorei o texto amiguinha, que esses sorrisos te tragam sempre muita alegria, e te façam branquinhos todos os cabelinhos, é bom sinal...
A quiche também ficou linda.

Um beijinho grande
Paula

Lulu disse...

Podemos chorar, sofrer, mas perder a esperança? Jamais. Também participo desta blogagem coletiva. Big Beijos

Michelle disse...

Criança e esperança não deve te um sonoridade aproximada em vão, há de ter uma explicação... Crianças são a própria esperança, regada e cuidado à base de atenção, carinho e amor. O amor está entrelaçado a esperança de maneira muito próxima.

Parabéns pelos versos, bonita reflexão.

Um abraço,

Michelle

Very GoodCakes disse...

Margarida, obrigada por me relembrares com o teu texto que a vida dá muitas voltas e que não se deve perder a esperança...
Beijinhos grandes,
Isabel

Orvalho do Céu disse...

Olá, Margarida querida
"O que me importa o tempo e o espaço,
Se trilhei caminhos orvalhados
Em busca do calor do teu abraço?"
(Auxiliadora)

"Um novo brilho no olhar".. linda definição de Espernança e perfeita!!!


Concedei-lhe, ó Deus, prodigamente, o ORVALHO DO CÉU...
Até o próximo mês, se Deus quiser!!!
Abraços esperançosos de paz

"Jamais desista de ser feliz, pois a vida é um espetáculo
imperdível, ainda que se apresentem dezenas
de fatores a demonstrarem o contrário."
Fernando Pessoa.

xunandinha disse...

GOSTEI IMENSO DA TUA HISTÓRIA DE VIDA,OBRIGADO PELA PARTILHA DA QUICHE,BEIJINHOS

elvira carvalho disse...

Adorei a sua postagem . Afinal a esperança transformou-se em duas belas crianças.
Durante anos acalentei o sonho de ser mãe. A cada novo tratamento a esperança enchia o meu coração, e por fim ficava só a frustração.
Como o povo diz, quando Deus fecha uma porta abre uma janela. Foi por ela que tomei conhecimento do abandono de um bebé de 3 meses junto da minha casa. Esse é desde esse dia o meu filho, embora o tribunal só o fizesse oficialmente quase 4 anos depois.
Meu filho vai fazer 32 anos e já me deu uma linda neta.
Um abraço

Josy disse...

Amiga querida muito tocante sua participação e suas palavras, imagino que essa dor nunca sairá do seu peito e jamais será esquecida, mas Deus em sua Infinita Bondade, não substituiu, mas lhe deu 2 novas vidinhas pra vc cuidar, amar e ser amada por eles. Eu não me canso de falar como são lindos seus pequenotes. Amei sua participação. Linda. E qto a quiche, ai ai que delicia, adoro quiches e curiosamente nunca fiz só com presunto. Ficou linda. Bjos carinhosos

Suu Munizz disse...

Adorei o post,bonita participação Margarida!
A esperança é essa pequena e grande amiga que devemos cultivar e que nos cultiva também todos os dias.
Acho lindo ver uma mãe falar de sua família e acredito muito na benção de um filho em uma família!
Dias de alegria pra vc,abraço!=)

Mary disse...

Linda sua história tocou fundo, receita deve ser deliciosa.
Beijos

Lina disse...

Que lindo texto-poema, Margarida! Esta sim é a verdadeira esperança, a fé, aquela que não te fez desistir, apesar da dor! Admiro-te pela coragem, mas que acho tem um toque de doçura e bondade, que resultou na mulher que és!Os teus filhos são o teu tesouro, o resultado da tua esperança que cada dia vives! Que bom que somos amigas!Com amigas assim, o mundo fica muito mais colorido!
Muitos beijinhos

luci disse...

Seus filhos são lindos,que delícia de receita adorei beijos

Maria Luiza disse...

Que linda a tua esperança, que é fé e que é paciência.Parabéns pela sua maravilhosa e rica participação! Grande abraço

Luma Rosa disse...

Esperança é ter ânimo para esperar a realização dos nossos sonhos! Obrigada por partilhar de momentos tão especiais da sua vida conosco e de uma receita de Quiche tão saborosa! Já anotada e logo mais irei testar!! Beijus,

Daiana M.Fernandes disse...

Lindas palavras! Enquanto eu lia me envolvia. Tão bom esse sentimento, essa esperança despertada em nossa vida, né. Parabéns pela maravilhosa participação!

Um terno abraço

Socorro Melo disse...

Olá, Margarida!

Um emocionante e lindo poema! Ser mãe é uma dádiva maravilhosa, e que antes de ser realizada nos faz passar por um período de espera, onde tantos questionantos se fazem, e tantas incertezas nos amedrontam... Mas, que nos garante uma força excepcional depois que temos nos braços os nossos filhos queridos.
Ótima participação.

Grande abraço
Socorro Melo