sexta-feira, 6 de abril de 2012

Folar de Coja


Ora vivendo Em Coja uma boa parte da minha vida (outra foi vivida em Coimbra durante os varios anos da vida academica , desde o chamado hoje 3º ciclo ate á faculdade), eu nao consegui descobrir a tradiçao destes bolos da Pascoa... designados aqui por "Bolos Doces" e sao presença certa na mesa dos Cojenses em altura da Pascoa.

Com a abertura de varias padarias e pastelaria aqui na terra, foi-se perdendo o habito de fazer estes bolos em casa, pois apesar de tudo dao muito trabalho, só para terem uma ideia eu amassei os meus ontem á noite e levaram uma noite inteira a levedar, mas isto porque os faço com a verdadeira receita  e nao com massa de pao á qual se adiciona um pouco de açucar e canela para dar o gosto.... abrindo-se parecem um pedaço de palha... E claro sao cozidos em fornos elctricos, enquanto que os meus foram cozidos em forno de lenha, logo daí pode advir uma grande diferença ate mesmo no sabor!!!!

Lançei o desafio a quem muitas amigas prontamente se juntaram... no fundo nao constava de um desafio de ficar em primeiro ou segundo lugar, era simplesmente para dar a conhecer as tradiçoes das nossas vilas e aldeias... "Cada roca com seu fuso, cada terra com seu uso"!!

Entao este é omeu contributo!!!

Bora lá aprender a fazer os "Bolos doces de Coja":


Vamos á despensa buscar:

1 kg de farinha de trigo

10 ovos

400 gr de açucar (eu reduzo para 300 e ficam bons na mesma)

250 gr de manteiga (usei de soja)

50 gr de fermento de padeiro biologico

1 calice de aguardente

                                     2 calices de licor de anis (antigamente as pessoas usavam o anis em pó que se comprava na farmacia mas este foi proibido, e muita gente substitui pela erva doce eu pessoalmente ponho antes licor de anis)

Raspa de 1 limao

1 pitada de sal


Bora lá meter as maos na massa:

Comecei por bater muito bem os ovos com um batedor manual.

Adicionei os restantes ingredientes e bati a massa muito bem, sovei bem... ate que obtive uma massa muito fina. Com as maos em concha colocamos azeite nestas e vertemos sobre a massa ajeitando-a em forma de uma bola para ela levedar... (o que pode chegar a levar mesmo mais de 1 noite a faze-lo)

Quando a massa esta leveda formam-se bolas do tamanho que desejarmos e colocamos num tabuleiro untado com azeite.

Deixamos que dobrem novamente de volume... enquanto isso aquece-se o forno de lenha bem quente.

Com as bolas formamos bolos em forma de ferradura (os meus ficaram redondos porque com os meus filhos acordados e o meu marido a dormir eu nao consegui fazer as coisas como deve  ser, porque o seu aspecto original é mesmo de uma ferradura).

Levam-se ao forno bem quente ate estarem douradinhos.

Para sabermos se estao cozidos retiramos do forno e batemos no bolo por baixo,se o som soar a oco é porque o bolo está cozido... 

Geralmente acompanhamos com um belo queijinho, aqui em casa na é diferente, mas no caso o queijinho que vêm na foto é um queijo da minha safra vegetariana, que é delicioso... mas isso vem num proximo post!!!!


Espero que gostem da tradiçao que existe aqui na minha terra 

Beijocas

Margarida

7 comentários:

Felismina disse...

Sim,gostei! Pena é não poder provar, rsrs...

Bjs.

RUTE disse...

ahhhhhhhhhhhh está aqui a tua participação!
Adoro esses bolinhos secos. Mas prefiro-os com azeite em vez de manteiga. Ficam mais tipicos.
Santa Páscoa em familia.
Rute

Belocas disse...

Estes são uns bolos que eu não conhecia, mas que devem ser muito bons. Obrigado pela partilha.
Bjs

RUTE disse...

Agora que chamaste à atenção, já consegui aperceber-me do queijinho ao lado do folar de coja. De amêndoas, dizes tu? Hummm, genero requeijão, concerteza?
Aguardo pela receita. Que bom que tu, a Lina e eu, andamos à descoberta dos queijos vegetais. Com companhia a caminhada é mais agradável. Obrigada.
Beijinhos de bom domingo.

Xana disse...

Adoro folar, e este ano nem o provo :(...
K apetitoso ficou o teu kida
Páscoa Feliz

beijinhos

Gisela disse...

Margarida, nada me sabe melhor que um belo folar cozido em forno de lenha, e o teu ficou perfeito.
Um beijinho

Florista Fernanda Cruz disse...

comi este folar na casa de uns amigos aí de coja «a famia piçarra»
nao forao feitos lá mas na casa da prima fernanda , e devo dizer que estavao maravilhosos , como sempre porque os do natal tambem . fiquei fa e um dia que tenha mais tempo em coja prometo que vou exprimentar , obrigado pela receita
até sempre